Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.9/5 (521 votos)



ONLINE
3





Partilhe este Site...



 

Pontos cantados de Ogum
Pontos cantados de Ogum

 

Ponto de Afirmação de Ogum Cruzado com Oxossi

 

Ah! Não me mexa na espada de Ogum

Ah! Não me mexa na machada de Xangô

(bis)

Ah! Não mexa na flecha de Oxossi

Lá na mata tem um velho caçador

(bis)

 

Ponto de Afirmação na Vibração de Ogum


-1-

Ogum Yara, Ogum Megê

Olha Ogum Rompe Mato, auê...

Ogum Yara, Ogum Megê

Firma gira de Umbanda, auê...

 

-2-

Como são lindos

Os caboclos na mata

Com sua flecha de prata

Vibrando pra Pai Ogum

Ah! Como é linda a Cabocla Jurema

Com seu saiote de penas

Dançando pra mãe Oxum

 

-3-

Na sua aldeia tem os seus caboclos

Na sua mata tem sua cachoeira

O seu saiote tem pena dourada

Seu capacete brilha na alvorada

 

-4-

Chega na linha de Umbanda

Que eu quero ver

Ogum Sete Ondas

 

Chega na linha de Umbanda

Que eu quero ver

Ogum Beira Mar

 

Chega na linha de Umbanda

Que eu quero ver

Ogum Yara

Ogum Megê

Seu Rompe Mato

Ogum de Lei

Olha a banda Quimbanda

Quimbanda aruê...


-5-

Ogum, Ogum.

Vem de Aruanda

Vem salvar seus filhos

Pai Ogum vence demanda

Ogum, Ogum

Ogum, meu pai

Foi o senhor mesmo quem disse

Filho de Umbanda não cai

 

-6-

Bandeira linda de Ogum

Está içada lá no Humaitá

(bis)

Representando general de Umbanda

Ogum vence demanda em qualquer lugar

(bis)

 

-7-

Quem me dera Ogum

Para ser meu Guia

(bis)

Ele é praça de cavalaria

É ordenança da Virgem Maria

 

-8-

Ô gente, sarava Ogum

Que ele é nosso general

(bis)

Diz Ogum é de Lei, lê lê

Diz Ogum é de lá, lá lá

Diz Ogum é de Lei

A coroa dele ninguém pode tirar

(bis)

 

-9-

Cavaleiro supremo

Vibra na luz da lua

(bis)

Sua bandeira é divina

Sua espada é segura

(bis)

 

-10-

Do pingo d’ água nasce flor

Para o mundo perfumar

Quando Ogum chega no reino

É pra seus filhos ajudar

 

-11-

Na lua nova

Na Umbanda ele é Ogum

(bis)

Ogum-nhê! 

Zamby ele é Ogum

Ogum-nhê!

Zamby ele é Ogum

 (bis)

 

-12-

Ele é soldado de cavalaria

É capitão é o maior do dia

(bis)

Ai odé, ai Ogum!

Firma sua banda, meu pai

No manto de Mamãe Oxum

(bis)

 

-13-

Ouviu tropel de seu cavalo

Sua espora tiniu

Sua espada e sua lança

Inimigo reduziu


-14-

Quem vê seu Ogum a beber

Quem vê seu Ogum a fumar

(bis)

A fumaça representa as nuvens

E a cerveja as ondas do mar

 

-15-

Lá no Humaitá

Lá onde Ogum guerreou

Lá em alto mar

Yemanjá lhe coroou

 

-16-

Ogum seu clarim já soou

Meu Guerreiro de Umbanda chegou

Chegou lá da sua Aruanda

Para salvar os seus filhos de Umbanda

 

-17-

Cavaleiro na porta bateu

Eu passei a mão na pemba

Para ver quem era

(bis)

Era Caboclo Ogum Guerreiro

Minha gente!

Cavaleiro da força e da fé

(bis)

 

-18-

Quando Ogum partiu pra guerra

Ele mandou orar,orar

Orar, orar...

Meu pai Ogum

Orar, orar...

 

 

 

 

 

Ponto de Chamada dos Caboclos de Ogum


-1-

Salve Ogum Yara, Ogum Megê

E Ogum Rompe Mato

(bis)

 

Salve quem trabalha na areia

Quem trabalha no mar

Quem trabalha na areia, meu pai

É Ogum Beira Mar

(bis)

-2-

Lanceiros de Umbanda

Ouvi os seus clarins

(bis)

 

Avançai todos lanceiros

Que Ogum já vem aí

(bis)

 

 Ponto de Corte de Demanda com a Falange de Ogum


-1-

Ogum olha sua bandeira

É branca, é verde, é encarnada.

(bis)

Ogum nos campos de batalha

Ele venceu a guerra

E não perdeu soldados

(bis)

 

2-

Quanta agulha no mar

Quanta agulha no mar

Seu escudo é de ouro, meu Pai!

Quanta agulha no mar

(bis)

Seu cavalo corre

Sua espada reluz

Sua bandeira cobre

Os filhos de Jesus

 

Ponto de Cruzamento na Vibração de Ogum

Pega sua espada Ogum

Que venceu demanda

Pega sua espada Ogum

Firma a sua banda Ogum

 

Ponto de Defumação na Vibração de Ogum

Com licença Pai Ogum

Filho quer se defumar

Umbanda tem fundamento

É preciso preparar

 

Com incenso e benjoim

Alecrim e alfazema

Defumar filho de fé

Com as ervas da Jurema

 

 Ponto de Firmeza de Gira na Vibração de Ogum

Olha que Ogum está de ronda

Meu Pai, diga porque é?

É pra firmar gira de Umbanda

Quem mandou foi Mikael

 

Ponto de Pedido de Proteção à Falange de Ogum


-1-

Pedi a Ogum lá nas matas

Pedi a Xangô na pedreira

 

Pedi a Mamãe Yemanjá

Do meio da cachoeira

(bis)

 

Ah! Zamby, eu peço a benção

A Cynda a proteção

 

Que livre seus filhos da peste

E afaste da tentação

(bis)

 

-2-

Ogum, seu aparelho tomba.

Ogum tem pena, tem dó.

(bis)

Com as cinco chagas de Cristo

Caboclo deu sete nós

(bis)

 

-3-

Valei-me Pai Ogum

Guardião lá da Aruanda

Com sua espada e sua lança

Guarda seus filhos de Umbanda


Ponto de Saudação aos Caboclos de Ogum


-1-

Eles são dois irmãos

Da tribo dos Guaranis

(bis)

Eles são dois irmãos

Ao romper da madrugada

Seu Ogum Yara

Seu Ogum Matinata

 

-2-

O mundo é grande

E o campo é largo

Deixa o cavalo de meu pai correr

(bis)

Quem vem na frente é seu Matinata,

Seu Ogum Yara e seu Ogum Megê

 

Ponto do Caboclo Araguari


-1-

Estrela clareou

Clareou a nossa banda

Estrela clareou, seu Araguari

Que vem na Umbanda

 

-2-

Seu Araguari é um caboclo de fé

Que veio de Aruanda

Saravá o endá

Seu arerê, seu arirá

Saravá seu Araguari

Que ele é chefe de congá

-3-

A sua aldeia é tão longe

Ai, ai, ai...

É terra onde ninguém passeia

 

Seu Araguari que vem na Umbanda

Seu Araguari ainda não perdeu demanda

(bis)

 

 Ponto do Caboclo Ogum Beira Mar


-1-

Salve Ogum Beira Mar

Salve Ogum lá no alto mar

(bis)

Salve Ogum das matas!

Salve Ogum dos rios!

 (bis)

Meu Pai Ogum

Sua espada reluziu

Valei-me meu pai Ogum

Ah! Não me deixa ficar sozinho

(bis)

 

-2-

Beira Mar, auê Beira Mar!

Beira Mar, auê Beira Mar!

(bis)

Ogum já jurou bandeira

Nos campos de Humaitá

Ogum já venceu demanda

Vamos todos saravá

 

Beira Mar, auê Beira Mar!

Beira Mar, auê Beira Mar!

(bis)

 

-3-

Seu Ogum Beira Mar

O que trouxe do mar?

(bis)

Quando ele vem

Vem beirando a areia

Vem trazendo no braço direito

O rosário de Mamãe Sereia

(bis)

 

-4-

Ogum Beira Mar

Ô Beira Mar!

(bis)

É cavaleiro de Oxum

É ordenança de Oxalá

É sentinela de Oxum

É remador de Yemanjá

 

Diz Ogum maior é...

Ogum Beira Mar

(bis)

Ogum Beira Mar

Ô Beira Mar!

(bis)

-5-

Ele é cavaleiro

Que ronda de madrugada

Com Inhassã, Sereia Yemanjá

Seu Beira Mar

Seu Beira Mar

Ogum de Lei

Ogum de lá

 

-6-

Lanceiros da minha Umbanda

Ouvi os clarins de Ogum chamando

Acordem meus guerreiros

Ogum já está de ronda

Ele é Orixá

Ele é Beira Mar

Ele é Beira Mar

 

-7-

Aruê de Ogum

A sua estrela é que nos guia

(bis)

Beira Mar em sua tenda

Com Jesus e a estrela guia

(bis)

 

-8-

Salve Ogum Megê

Ogum Rompe Mato

E Ogum Beira Mar

(bis)

Ele trabalha na areia

Ele trabalha no mar

(bis)

 

-9-

Ele riscou o seu ponto na areia

Ele riscou e tornou a riscar

(bis)

Quem risca o seu ponto na areia, meu pai

Ele é Ogum Beira Mar

(bis)

 

-10-

A sua espada reluzia ao raiar do dia

Seu Beira Mar é filho da Virgem Maria

Seu Beira Mar beirando a areia

Seu Beira Mar é filho da Mamãe Sereia

 

 Ponto do Caboclo Ogum Cachoeira

Ah! Como é linda a mata

Na mata tem pedreira

 

Lá na mata tem Ogum

Ogum Cachoeira

(bis)

 

 

Ponto do Caboclo Ogum Corre Campo

Ele venceu a guerra

Ele tocou o clarim

(bis)

E o exército todo

Foi comandado por ele

(bis)

Ele é Corre Campo

É filho de Ogum Yara

Ele é Corre Campo

É neto de Matinata

(bis)

 

 

Ponto do Caboclo Ogum das Flores

Ele estava na sua banda

Umbanda mandou chamar

(bis)

Ogum das Flores com sua espada de Aruanda

Salve os filhos de congá

(bis)

 

 Ponto do Caboclo Guanabara

General, general meu, general

General, general com Deus

(bis)

Auê general, auê Ogum

Auê general Guanabara

Auê...

(bis)

 

Ponto do Caboclo Ogum Guerreiro

Ele é Guerreiro

E correu sete montanhas

(bis)

Sua espada é guerreira

Sua lança alumia

Quando desceu a terra

Inimigo ele vencia

 

 

Ponto do Caboclo Ogum Guerreiro para Vencer Demanda


É de ponto em ponto

É de cruz em cruz

Quem retira o mal

É o Mestre Jesus

(bis)

 

Com Deus eu vim

Com Deus eu vou

Com os anjos da guia

E com o Salvador

(bis)

 

Se a Umbanda é Umbanda

Se é da banda ou Quimbanda

É Caboclo Guerreiro

Que vence demanda

 

 Ponto do Caboclo Humaitá


Seu Humaitá, seu Humaitá

Chegou na Umbanda

Seu Humaitá, seu Humaitá

Pai Ogum venceu demanda

(bis)

 

Ponto do Caboclo Icaraí

Lanceiros, é hora...

É hora, ele vai chegar

(bis)

Mas ele é seu Icaraí de Umbanda

Que vem da Aruanda para trabalhar

(bis)

 

Ponto do Caboclo Lanceiro

Lanceiro, Lanceiro.

Ele é lanceiro da Virgem Maria

Lanceiro, Lanceiro.

Ele é lanceiro sua estrela é quem nos guia

 

Ponto do Caboclo Ogum de Lei


-1-

Ogum, ôde lê ôdê

(bis)

Olha Ogum de Lei

Olha Ogum de Lei

 

-2-

Ogum de Lei, meu pai

Estou lhe chamando

Ogum de Lei, meu pai

Estou lhe esperando

(bis)

Com sua espada

E sua lança na mão

Ogum de Lei

É vencedor de demanda

(bis)

 

-3-

Xangô rolou a pedra na pedreira

E o mar estende o manto de Yemanjá

Mamãe Oxum cantou na cachoeira

Vi a espada de Ogum a batalhar

 

Ogum de Lei

Vem de Aruanda

Seus filhos proteger

(bis)

-4-

Ogum de Lei, lê, lê

Ogum de Lá, lá, lá

Ogum de Lei, lê, lê

Nas ondas do mar, maré

(bis)

 

Quando Ogum foi para a guerra

Oxalá deu carta branca

Para Ogum vencer a guerra

Seus filhos vencer demanda

Na Aruanda

 

-5-

Se a sua banda é de ouro

Sua coroa é de Lei

(bis)

Ogum é Tata de Umbanda

Seu cangira muganga

Ogum-nhê!

 (bis)

 

Ponto do Caboclo Ogum da Lua


-1-

Estrela clareou

Clareou a nossa banda

(bis)

Estrela clareou

Caboclo Lua vem na Umbanda

(bis)

 

-2-

Ô lá na mata ele é caboclo ele é lanceiro

Lá na Aruanda é cacique de fé

 

É Caboclo Lua em nome de Oxalá

Trabalhador da falange de Ogum

(bis)

 

-3-

Muito longe

No deserto da lua

Um cavaleiro caminhava

Com sua espada de ouro

E sua lança de prata

(bis)

 

Ele é Ogum da Lua

Que chega na Alvorada

Com seu mano Matinata

(bis)

 

Ponto do Caboclo Ogum de Malê


-1-

Ouvi um toque de clarim na lua

Pois era o toque do maior do dia

(bis)

Ogum de Malê venceu demanda

É ordenança da Virgem Maria

(bis)

 

-2-

Saravá Ogum, na coroa de lê

(bis)

Salve Ogum de Nagô

Salve Ogum de Malê

(bis)

-3-

Ogum de Malê

Não me deixe sofrer tanto assim

(bis)

Quando eu morrer

Eu vou passar lá na Aruanda

Vou pedir Ogum para salvar

Filhos de Umbanda

(bis)

 

Ponto do Caboclo Ogum Maré


-1-

Saravá Ogum Maré

Ele é guerreiro de Umbanda

Saravá Ogum Maré

Que chegou lá de Aruanda

 

-2-

Ele já correu sua gira

Ele vem nas ondas do mar

(bis)

Salve o sol e salve a lua

Ogum Maré já vai chegar

(bis)

 

-3-

Auê vem nas ondas do mar

(bis)

Com sua espada e sua lança

Ogum Maré vem nas ondas do mar

(bis)

 

-4-

Ele é do mar, ele é Ogum Maré

É guerreiro de Yemanjá

Vence demanda, tudo ele vence

Com os poderes de Oxalá

Umbanda, Umbanda!

Salve a terra e salve o mar

Umbanda, Umbanda!

Salve os filhos de congá

 

 Ponto do Caboclo Ogum das Matas


-1-

Ele é caboclo

Ele é Ogum das Matas

A sua fase é dividida em duas

 

Seis meses ele é caboclo

Seis meses mora na lua

(bis)

 

-2-

Ogum das Matas mandou me chamar

Tempo eu tenho, caminho não há

(bis)

Ele vai girar, ele vai girar.

Ele está de ronda nesse congá

(bis)

 

 
 

Ponto do Caboclo Ogum Matinata


-1-

Rompeu a alvorada

Tocaram os clarins

Anunciando a chegada de Ogum

(bis)

Quem vem na frente é seu Matinata

Empunhando a sua espada

Saudando Mamãe Oxum

(bis)

Saravá Ogum!

Saravá Ogum!

Sentinela de Oxalá

Ordenança de Oxum

(bis)

 

-2-

Clareia, clareia minha mata.

Clareou, ele é Ogum Matinata

(bis)

Canta minha andorinha

Canta meu sabiá

Canta meu Irapuru

Canta meu boitatá

(bis)

Ogum-nhê! 

Ogum-nhá! 

Ele é Ogum ao raiar do dia

Ele é Ogum, meu Pai Oxalá

(bis)

 

-3-

Capacete de ouro

Espada de prata

Auê, auê...

Salve Ogum Matinata

 

-4-

Que cavaleiro é aquele

Que vem cavalgando pelo céu azul?

Ele é seu Ogum Matinata

Ele é defensor do Cruzeiro do Sul

 

Com sua espada na cinta

Sua lança na mão e seu escudo no braço

Ele é seu Ogum Matinata

Ele é defensor do Cruzeiro do espaço

 

-5-

Ai odé...

Diz Ogum está guerreando

Ai odé...

Diz Ogum está guerreando

(bis)

Com seu cavalo branco

Com sua lança dourada

Ele é Ogum Matinata

Ô paranga!

Gira de madrugada

(bis)

 

-6-

O seu galo canta

Ao romper da madrugada

O seu galo canta

Ao romper do dia

 

Zamby é seu pai

Estrela D’Alva é sua guia

Salve Ogum Matinata

No clarão do dia

 

 Ponto de Pedido de Proteção ao Caboclo Ogum Matinata


Seu Matinata tem

Tem um segredo na Lua

(bis)

É para dar a seus filhos

Que andam caídos pela rua

(bis)

 

Ponto do Caboclo Ogum Megê


-1-

A primeira espada quem ganhou foi ele

A primeira espada quem ganhou foi ele

 

Mas ele é, ele é Ogum Megê.

Que vem de Aruanda pra seus filhos proteger

(bis)

 

-2-

Ogum Megê, Ogum Megê

Ogum Yara

Ogum Megê, Ogum Yara

(bis)

Saravá, cavaleiro de Umbanda!

Saravá, cavaleiro de Umbanda!

A noite é linda é de luar

Ogum Megê, Ogum Megê é quem vai rondar

 

-3-

Ogum em seu cavalo corre

E a sua espada reluz

(bis)

Ogum, Ogum Megê!

Sua bandeira cobre os filhos de Jesus

(bis)

 

-4-

Lá vem Ogum montado em seu cavalo

Empunhando a sua lança

Com sua espada do lado

A estrada é vossa

Deixai correr

Vamos saravá Ogum Megê!

 

 -5-

Ogum, Ogum Megê é de Lei

(bis)

Olha seus filhos meu pai

Ogum Megê, Megê

(bis)

 

-6-

Vem a lua saindo por detrás das matas

Clareando o céu azul

É seu Ogum Megê

Que vem nos defender

Pelo Cruzeiro do Sul

(bis)

Meu pai Ogum

Oh! Meu pai Ogum

Venha nos valer

Pela fé de Zamby

E de Pai Oxalá

(bis)

 

-7-

Oh! Que noite tão bonita

Oh! Que céu tão estrelado

Oh! Que espada tão bonita

Oh! Que espada tão bonita

Ogum Megê ganhou

 

-8-

Quem está de ronda é Ogum Megê

Ogum Megê vem rondar

É Ogum Megê que vence batalhas

Que vence demandas

Pros filhos de Umbanda

 

Saravá Ogum Megê

Saravá meu Pai

Diz Ogum Megê

Que filhos de Umbanda não cai


Ponto do Caboclo Ogum de Nagô

As aves cantam quando ele vem de Aruanda

Trazendo pemba pra salvar filhos de Umbanda

(bis)

Meu Pai Ogum vem nas ondas do mar

Meu Pai Ogum

Meu Pai Ogum vem nas ondas do mar

(bis)

Ogum de Nagô chegou

Ogum de Nagô baixou

(bis)

Ponto de Caboclo Ogum de Naruê

É de Naruê

É de Naruê

(bis)

 

Ogum chegou no terreiro

Ogum baixou na Umbanda

Chegou pra vencer demanda

É de Naruê

 

É de Naruê

É de Naruê

(bis)

 

 Ponto do Caboclo Ogum da Praia

O caboclo é sereno

Nas ondas do mar

Navegante da noite

Ele vem trabalhar

 

Vem trabalhar

Vem trabalhar

Ogum da Praia é sereno

Nas ondas do mar

 

Ponto do Caboclo Ogum das Ondas

Ogum é pai de tudo

É pai de tudo

E vem na Umbanda

(bis)

 

Olha Ogum das Ondas

Ele dá, ele dá, ele dá...

(bis)

 

Ogum já mirou

Ogum já mirou

 

Quem quer Ogum

Já me sororô

(bis)

 

Quem quer Ogum

Na coroa de Lei

 

Ponto do Caboclo Ogum Rompe Mato


-1-

Eu vi raiar o dia

Eu vi a estrela brilhar

(bis)

Eu vi seu Rompe Mato

Ogum das matas trabalhar

Em seu congá

(bis)

 

-2-

Sete anjos lhe acompanham

Sete estrelas lhe alumiam

(bis)

Salve o anjo da guarda dos filhos

Salve a estrela da guia

(bis)

Foi lá no lago azul

Que seu ponto ele afirmou

(bis)

Salve Ogum Rompe Mato

Filho de Nosso Senhor

(bis)

 

-3-

Ouvi o toque de clarim

No campo de Humaitá

(bis)

Meu pai é Ogum Rompe Mato

Guardião desse congá

(bis)

 

-4-

Ogum Rompe Mato de Aruanda

Seu galo anunciou a madrugada

(bis)

O seu saiote brilha noite e dia

A sua espada é dourada

(bis)

-5-

No alto do arvoredo

Da raiz do urucá

 

Eu vi seu Rompe Mato

Firmar seu ponto e não errar

(bis)

 

-6-

Ô lá na mata uma coral piou

Filho de Umbanda passou e ficou espiando

 

Mas ele é seu Rompe Mato de Umbanda

Quanto mais na mata anda

Mais ele está trabalhando

(bis)


Ponto do Caboclo Ogum Sete Escudos


-1-

Seus Setes Escudos brilham

A sua espada reluz

O seu manto cobre

Os filhos de Jesus

 

-2-

Salve Ogum Sete Escudos do Oriente

Aonde fez seu ponto

Amarrou sua serpente

Amarra o seu cavalo aos pés da Santa Cruz

Lá onde Madalena pediu perdão a Jesus

-3-

Em seu cavalo branco

Pai Ogum vem montado

(bis)

Traz sua lança na frente

Seu Sete Escudos do lado

(bis)

 

Ponto do Caboclo Ogum Sete Espadas


-1-

Ele é caboclo de Ogum

Ouça o tropel da sua cavalaria

(bis)

Ele tinha Sete Espadas e nos defendia

Nós temos Ogum em nossa companhia

(bis)

 

-2-

A estrela no céu brilhou

Sua choupana já clareou

(bis)

Ele vem lá do Humaitá

Com sua falange para trabalhar

Ele vem lá do Humaitá

É seu Sete Espadas na luz de Oxalá

 

-3-

Estrelinha de Mamãe Oxum

Rolando pela linda cachoeira

Saravá Ogum Sete Espadas, que é meu Pai!

Saravá sua força!

Saravá sua bandeira!

-4-

Auê, auê, auê Tupanaiá

(bis)

Mas que caboclo lindo

Que chegou do Humaitá

Ele é seu Sete Espadas

Que chegou pra trabalhar

Auê, auê, auê Tupanaiá

(bis)

 

-5-

Ouvi sete clarins anunciar

Que ele vai descer

Que ele vai chegar

Abençoar seus filhos de Congá

Trazendo lá da Aruanda

A Lei de Umbanda

 

Filho de Umbanda ouça a clarinada

Quem está chegando é Caboclo Sete Espadas

(bis)

 

 Ponto do Caboclo Ogum Sete Espadas para Cortar Demanda


Nós temos Sete Espadas pra nos defender

Nós temos Ogum em nossa companhia

(bis)

Ogum é meu Pai,

Ogum é meu Guia

Ogum é quem manda

 

Manda com Deus e a Virgem Maria

(bis)

 

 Ponto do Caboclo Ogum Sete Estrelas

Ogum Sete Estrelas no céu

Ogum Sete Estrelas no mar

Ogum Sete Estrelas na Umbanda

Quem mandou foi Oxalá

 

 

 

Ponto do Caboclo Ogum Sete Lanças


-1-

Oxum que cavaleiro é esse

De tanta luz que chegou em nossa terra?

(bis)

Ele é o Caboclo Sete Lanças

Que veio da batalha

Com sua lança de guerra

(bis)

 

-2-

Lá nos campos de batalha

Ele deixou Sete Lanças cruzadas

(bis)

Tem mironga, tem mironga.

Tem mironga no congá de Sete Lanças

Tem mironga, tem mironga.

E se tem ta pra chegar

-3-

Caboclo é,é, é guerreiro

É lanceiro de Oxalá

Ele vem com suas sete lanças

Para seus filhos ajudar

 

-4-

Ele guerreiro

Com sua lança  na mão

Ele é Sete Lanças

Que vem trazer proteção

 

 Ponto de Pedido de Proteção ao Caboclo Ogum Sete Lanças

Nosso irmão está perdido

Vagando na escuridão

(bis)

Vamos pedir a Ogum Sete Lanças

Para lhe dar o perdão

Vamos pedir a Ogum Sete Lanças

Para lhe dar proteção

 

Ponto do Caboclo Ogum dos Sete Mares


-1-

As águas estavam calmas

E na praia ele bradava

(bis)

Ele que vivia na calunga

Vem na Umbanda trabalhar

(bis)

Auê, auê, auê, auê...

Auê, auê, auê, auá...

(bis)

Ele que é Ogum dos Sete Mares

Remador de Yemanjá

Ele que é Ogum dos Sete Mares

Ordenança de Oxalá

-2-

No cruzeiro do sul

Uma estrela a brilhar

(bis)

Seu Sete Mares chegou à terra

Ele é guerreiro das ondas do mar

(bis)

 

 

 Ponto do Caboclo Ogum Sete Ondas


-1-

Nos campos de Humaitá

Ele é general

(bis)

Ele é arirê, ele é arirá

Ele é arirê

Olha Ogum Sete Ondas do mar

(bis)

 

-2-

Ele vem de longe

Com sua muganga de guerra

Ele vem de longe

Pra salvar filhos na terra

 

Oh! Salve Ogum Sete Ondas

Vencedor de demandas

Que chegou na terra

(bis)

-3-

Uma estrela surgiu

Iluminou todo mar

Ele é Ogum Sete Ondas

Ele é Ogum Sete Ondas

Vem nas ondas do mar

 

-4-

Estava na beira da praia

Quando ouvi Sete Ondas bradar

(bis)

Abre as portas, ô gente!

Que aí vem Ogum

Com seu cavalo marinho

Ele vem trabalhar

(bis)

 

 

 

Ponto do Caboclo Ogum de Timbiri


-1-

Ogum de Timbiri auê

Eu vi Nanã

Ogum de Timbiri

Ô Nanã de Umbanda

(bis)

 

 

-2-

Seu Timbiri de Umbanda

Olha sua terra olha o mar

Auê, auê, auê

Olha sua terra, olha o mar

 

 

 Ponto do Caboclo Ogum Tira Teima


-1-

Vem da mata virgem

Foi pai Ogum quem o mandou girar

 

Ele é caboclo

Vem na Umbanda nos valer

É seu Tira Teima

No seu arerê

(bis)

 

 

-2-

Seu Tira Teima é de Ogum

Está em todo lugar

(bis)

Ele é ligeiro na lança

É mensageiro de Oxalá

(bis)

-3-

Ele é filho de Pai Ogum

Nascido em Juremá

É Caboclo Tira Teima, Rompe Folha

Atirador no seu congá

 

Sete dias de nascido

Sua mãe o abandonou

Atirou na mata virgem

Seu Araguari o apanhou

(bis)

 

 

Ponto do Caboclo Ogum Vence Demanda

A sua espada reluzia sobre o sol

Na sua lança uma bandeira ele içou

 

Ele é Caboclo Vence Demanda no mar

No terreiro de Umbanda

Ele veio trabalhar

(bis)

 

 

Ponto do Caboclo Ogum Yara


-1-

Seu capacete é de ouro

A sua espada é dourada

(bis)

Na ponta de sua lança tem

Um laço de fita alaranjada

(bis)

Ele é Ogum Yara, ele é Ogum Yara

(bis)

 

-2-

O meu Pai é Ogum

Vencedor de demandas

Quando vem de Aruanda

É pra salvar filhos de Umbanda

(bis)

 

Ogum, Ogum Yara

Ogum, Ogum Yara

Lá nos campos de batalha

Salve a Sereia do Mar

Ogum, Ogum Yara

 

 

-3-

Ele foi à beira da praia

Saudar a nossa mãe Yemanjá

 

Saiu coberto de rosas

É o meu pai, Ogum Yara

(bis)

 

Em seu cavalo branco

Ele pisa na areia

Salve seu Ogum Yara

Salve a nossa Mãe Sereia

(bis)

 

-4-

Seu Ogum Yara

Suas águas correm

Correm para as ondas do mar

(bis)

Ele vem...

Ele vem de Aruanda

Vem salvar os seus filhos

Saravá sua banda

(bis

 

 

 
Ponto de Subida dos Caboclos de Ogum


-1-

Ogum já vai, já vai pra Aruanda.

(bis)

A benção meu pai

Proteção pra nossa banda

(bis)

 

-2-

Ogum já me arvorou

Ogum já me saravou

(bis)

Filho de Umbanda, porque é que chora?

É Ogum que já vai embora

(bis)

 

 

 -3-

Celou, celou

Seu cavalo celou.

(bis)

Pai Ogum vai embora

Que a Aruanda chamou

(bis)

 

-4-

Ele vai embora

Já vai pra Aruanda

(bis)

Ogum já lhe chama

Pra sua banda

(bis)

 

Ponto de subida do Caboclo Ogum Megê
(serve para qualquer Caboclo de Ogum)

-1-

Já vai, seu Ogum Megê

Ele vai correr o mundo, ele vai.

(bis)

Ele vai correr a terra

Ele vai correr o mar

Ele vai tocar as ondas

De nossa Mãe Yemanjá

(bis)

 

 

-2-

Ogum vai embora

Pra sua banda

Olha a banda, com Umbanda

Catimberê

(bis)

Firma ponto, Ogum vai embora

Com Nossa Senhora

Ogum Megê

(bis)



 

Pesquisa: Yacyamara neta de Matta e Silva